Quem não quer ter um corpo bonito e uma pele firme e lisa para mostrar na praia? A celulite pode acabar com o ânimo de qualquer pessoa na hora de colocar um biquíni ou mesmo um short mais justo ou vestido mais curto. Para evitar esse tipo de problema e tratá-lo, você pode investir em um bom tratamento para celulite.

O que é a celulite?

Também bastante conhecida como “casca de laranja” a celulite é caracterizada por pequenos “furinhos” que aparecem na pele. Isso ocorre quando há um acúmulo de gordura entre as fibras que unem a camada muscular ao tecido epitelial (à pele).

Por conta disso, a gordura concentrada em pequenos pontos acaba por empurrar a pele que, por sua vez, acaba sendo puxada para baixo. Esse mecanismo é o responsável por criar aquele aspecto de casca de laranja e as ondulações na camada superficial do tecido cutâneo.

E não é apenas o acúmulo de gordura por si só que pode ser considerado celulite. Como o próprio nome já diz, a celulite significa uma inflamação na célula. A gordura gera um processo inflamatório que, por sua vez, provoca edema. Esse líquido é a principal causa da aparência da pele.

Quais são as causas da celulite?

As causas da celulite são várias, porém, primeiro é preciso compreender que, biologicamente falando, a mulher tem maior probabilidade a ter se celulite que o homem por conta quantidade de gordura no corpo que, naquela, é bem maior.

É por isso que a celulite e tão comum nas mulheres e justamente nas partes do corpo onde o acúmulo de gordura é maior como coxas, nádegas e quadris. Até mesmo a forma como as fibras se organizam na pele da mulher, favorece o aparecimento das celulites.

Outro fator que deve ser levado em consideração é a idade. Pessoas mais velhas têm mais chances de ter uma quantidade maior de celulite. Isso se deve ao fato de que quanto mais o tempo passa, menor é a nossa produção de colágeno. Essa flacidez do tecido favorece o aparecimento dessas ondulações e “furinhos”.

Há outros fatores que interferem e que favorecem o aparecimento:

  • alimentação ruim, rica em frituras e carboidratos;
  • metabolismo lento por questões patológicas como o hipotireoidismo;
  • alterações hormonais;
  • falta de exercícios físicos;

Assim, os seus hábitos alimentares e os seus cuidados com a sua saúde contribuem muito para acentuar ou reduzir os problemas com a celulite.

Como tratar a celulite?

Existem diversos tratamentos para a celulite e a escolha dependerá de alguns fatores como o grau em que ela se encontra:

  • Grau 1: só aparece quando a pele é pressionada;
  • Grau 2: não é necessário nenhum estímulo para visualizá-la;
  • Grau 3: apresenta “furos” e ondulações mais profundas podendo gerar, inclusive dor;

Veja abaixo quais são os principais tipos de tratamento para esses problemas e descubra qual seria o melhor para você.

1. Exilis

Um tratamento realizado por meio de radiofrequência não invasiva que, além de eliminar a flacidez e a celulite, também ajuda a diminuir a gordura localiza.

É uma das grandes novidades em estética desse ano e já se tornou famoso por conta da sua eficácia. Trata-se de um aparelho que emite ondas de radiofrequência e, por meio disso, consegue estimular a produção de colágeno pelo organismo.

Isso ocorre por causa do calor que as ondas geram dentro da pele, estimulando o metabolismo a produzir mais dessa proteína. A temperatura se eleva, mas de uma forma discreta, confortável e totalmente suportável.

A sessão dura em torno de 40 minutos e o procedimento pode ser realizado em diversas partes do corpo como face, glúteos, braço, costas, culotes e outras. Mesmo depois da sessão, é possível continuar com suas tarefas do dia a dia normalmente e, em alguns casos, já é possível ver algum resultado na primeira sessão.

O procedimento é realizado da seguinte forma:

  1. aplica-se um gel na região a ser tratada para que a ponteira deslize mais facilmente;
  2. uma placa que serve para a condução das ondas também é posicionada próxima à região;
  3. a ponteira começa a realizar movimentos curtos e circulares e provoca o aquecimento da região.

A quantidade de sessões depende de pessoa para pessoa, mas a média é de 4 sessões, com o intervalo de 1 semana entre elas. Para fazer a manutenção, é necessária uma nova sessão a cada 3 meses. Pessoas que possuam implantes metálicos, marcapasso e gestantes são contraindicadas para esse tipo de tratamento.

2. Sculptra

O objetivo desse tratamento é deixar a pele mais homogênea e nivelada. Sculptra é uma substância produzida em laboratório que, quando injetada na camada mais profunda da pele, consegue preencher aquelas áreas que estão deprimidas e que formam pequenos buracos na pele.

Além disso, ela também age estimulando a produção de colágeno, ajudando a combater a flacidez da pele e assim, eliminando a celulite.

Por ser um tratamento invasivo, ele só pode ser realizado por profissionais que tenham cursos específicos e capacitação no assunto. São necessárias de uma a três sessões, que devem acontecer a cada 30 ou 40 dias, para que as fibras de colágeno tenham tempo para se reestruturar.

Após cada sessão, é indicado à pessoa não expor ao sol a parte tratada por uma semana, aplicar compressas frias, realizar massagens suaves no local e não usar roupas apertadas.

3. Velashape III

O Velashape já é um aparelho conhecido dos profissionais para o tratamento da celulite, mas uma nova versão já está no mercado e o Velashape III, como o próprio nome já diz, é 3 vezes mais potente que os outros. Ele consegue tratar os furinhos indesejados que a celulite causa e ainda consegue resolver a flacidez e a gordura localizada.

Ele pode ser aplicado nas mais diversas regiões do corpo:

  • braços;
  • flancos;
  • coxas;
  • braços;
  • glúteos;
  • panturrilha;
  • região abdominal.

Essa técnica combina o infravermelho e a radiofrequência numa ponteira que realiza vácuo, calor e massagem ao mesmo tempo. A temperatura da pele pode chegar a 45°C, o que pode incomodar algumas pessoas. Esse mecanismo é o responsável por dissolver as células de gordura e também ajuda na síntese de colágeno.

O que fazer para evitar a celulite?

Como já diz o ditado, prevenir é melhor que remediar. Além do mais, ainda que você realize os tratamentos, sempre há a possibilidade da celulite retornar se não houver alguns cuidados com hábitos diários que são:

  • não use roupas apertadas como calça jeans;
  • evite ficar muito tempo sentada, pois isso prejudica a circulação linfática e sanguínea;
  • não consuma alimentos gordurosos como frituras, feijoadas, sorvetes e outros;
  • modere a quantidade de sal e evite alimentos industrializados por conta da quantidade de sódio;
  • dê preferência aos alimentos integrais e ricos em fibras como frutas, legumes e versões integrais de pão, arroz e outros;

Viu que existem diversas formas de resolver esse problema? Importante lembrar que não adianta fazer todos esses tratamentos e continuar com os hábitos antigos. Nesse caso, o efeito será apenas momentâneo. Mas se você deseja algo duradouro, passe a se alimentar de forma mais saudável e pratique exercícios.

Quer saber mais sobre como fazer o tratamento da celulite e ainda ficar sabendo de outras dicas de estética e beleza? Então siga-nos nas redes sociais: Facebook e Instagram!

Autor

Escreva um comentário

Agende sua consulta
Share This