A acne caracteriza-se pelo aparecimento de cravos (comedões), espinhas e cistos (lesões inflamatórias). As regiões em que ela se desenvolve com maior frequência são aquelas com maior quantidade de glândulas sebáceas como o rosto, o colo, o dorso e os ombros.

No post de hoje, mostraremos a você qual é o melhor tratamento para acne, como ele é realizado e quais são os diferenciais que devem ser observados na hora de escolher a clínica para realizar os procedimentos. Confira!

Quais são os primeiros passos?

Antes de encontrar o melhor tratamento para acne, o dermatologista precisará identificar qual é o seu tipo de acne, que varia de acordo com o seu grau. Normalmente, o tratamento é indicado por questões de estética, pois a acne interfere na autoestima das pessoas. Entretanto, ele também pode ser indicado por questões de cuidados com a saúde da sua pele.

Dentre os tipos de acne estão:

Grau 1 — acne não inflamatória ou comedônica

É a forma mais simples da acne. Geralmente, seu surgimento ocorre durante a adolescência. Suas características são cravos no nariz, testa e bochechas.

Grau 2 — acne pápulo-pustulosa

É caracterizada pela presença de espinhas, cravos e, principalmente, pústulas e pápulas, os quais são responsáveis por deixar a pele elevada e com pus.

Grau 3 — acne nódulo-cística

Refere-se à presença de nódulos internos na pele, costas, tórax e rosto. Nesse caso, as espinhas costumam ser bem avermelhadas. Elas ficam muito perto uma das outras e causam dores.

Grau 4 — acne conglobata

Apresenta um conjunto de lesões, também muito próximas uma das outras, com um grande concentrado de pus. Devido a isso, fístulas e abscessos são formados na pele, causando deformações e dor.

Grau 5 — acne fulminante

Esse tipo de acne é o mais grave, mas muito raro. Seu surgimento é repentino e causa mal-estar, dores nas articulações e febre. Muito comum em homens, geralmente se desenvolve no rosto, peito ou costas.

Como começar o tratamento para acne?

Identificado o tipo da acne, é hora de iniciar o tratamento. A procura por um profissional especializado é essencial para garantir que você não sofrerá nenhuma lesão de maior gravidade, bem como para assegurar que as inflamações diminuirão ao máximo.

O tratamento realizado adequadamente funcionará no sentido de:

  • fazer as glândulas sebáceas produzirem menos sebo;
  • combater as infecções que são causadas pelas bactérias;
  • diminuir as inflamações;
  • estimular a renovação celular.

Quais são os principais tratamentos?

Conforme citamos, a acne de grau 5 acomete mais pessoas do sexo masculino. Por outro lado, devido à influência dos hormônios, a doença de uma maneira geral costuma ser mais recorrente e persistente nas mulheres.

Sendo assim, o quadro clínico pode variar de acordo com o tipo de acne e a pessoa. A identificação se dá por meio do exame clínico, realizado pelo dermatologista que avaliará qual o grau da infecção.

Porém, vale ressaltar que todos os tipos de acne podem ser controlados. Então, é de suma importância buscar a ajuda adequada para evitar o surgimento de cicatrizes ou a piora das lesões. Sem contar que, quando a acne se desenvolve de maneira intensa, ela pode prejudicar a autoestima e qualidade de vida do indivíduo.

Feito o diagnóstico, o dermatologista pode apresentar diversas opções de tratamentos para você. Dentre os principais e mais eficientes estão:

  • preenchimento cutâneo;
  • laser Erbium-Yag;
  • microagulhamento associado à radiofrequência;
  • drug delivery;
  • elevação das cicatrizes;
  • bioestimuladores com ácido polilático e hidroxiapatita de cálcio.

Como o tratamento é realizado?

O tratamento para acne varia de acordo com cada um dos graus em que a infecção pode se apresentar, os quais são diagnosticados apenas no consultório.

Para um grau leve, com um pouco mais de cravos e espinhas, o ideal é associar tratamentos em casa, limpeza de pele e peeling. Para casos um pouco mais graves, existem opções intraorais, como antibióticos, anticoncepcionais (mulheres) e alguns lasers, como o DYE Laser. O LED também pode ajudar muito a diminuir a oleosidade da pele, assim como a terapia fotodinâmica, que associa uma substância fotossensível com a luz visível do LED.

Para graus mais avançados, existe a opção do Roacutan, mas sempre associado com tratamentos na clínica, como as limpezas de pele, peelings e lasers. Tudo vai depender muito do grau de acne e da tolerância da pessoa.

Uma novidade na área dermatológica é o uso de probióticos. Eles podem ser receitados na clínica com o uso de produtos manipulados, de acordo com o tipo de acne e de pele de cada paciente. Esse é um tratamento personalizado e moderno que pode trazer bons resultados para aquele que sofre desse mal.

A taxa de resposta aos tratamentos é alta, tendo em vista que eles costumam acabar com a acne. Obviamente, cada resposta é individual, mas da mesma forma são os tratamentos. O profissional deve encontrar o melhor para cada paciente.

A acne, mesmo que seja leve e pouca, pode deixar cicatrizes. Por isso, quanto mais rápido a pessoa procurar o dermatologista para tratar, menores serão as chances de ela ter cicatrizes.

Quais diferenciais é preciso procurar em uma clínica especializada?

Uma clínica de responsabilidade precisa oferecer todos os lasers para tratar a acne, como o DYE Laser, terapias fotodinâmicas, radiofrequência microagulhada e radiofrequência sozinha.

É necessário que ela disponibilize todas as tecnologias capazes de ajudar o paciente a resolver seu problema. Até porque existem casos de pessoas que não podem tomar medicamentos ou aquelas que desejam unir os tratamentos.

Assim sendo, a clínica precisa fazer uma avaliação individualizada dos seus pacientes. A partir daí, poderá prescrever o melhor tratamento para o grau de acne e apresentar as respostas que ele dá.

Quais são os equipamentos e produtos utilizados?

Os equipamentos utilizados dependem muito do tipo de tratamento que será feito — desde uma simples limpeza de pele até o uso de lasers mais modernos e sofisticados.

Os produtos podem conter ácido retinoico e seus derivados, peróxido de benzoíla, ácido salicílico, antibióticos, esfoliantes e loções adstringentes. Os medicamentos sistêmicos também podem ser utilizados, como os antibióticos orais.

O tratamento para acne vai melhorar a sua autoestima e, assim, você se sentirá mais confortável com a sua aparência e no convívio social. Por isso, procure um dermatologista de sua confiança para eliminar as acnes e deixar a sua pele ainda mais bonita.

Ficou com vontade de realizar um tratamento? Então entre em contato conosco para conhecer nossos serviços. Esperamos por você!

Autor

Escreva um comentário

Agende sua consulta
Share This