Category

Procedimentos

Category

Tipos de tratamentos para cicatrizes de acne

As cicatrizes de acne costumam prejudicar a aparência de muitas pessoas, interferindo, assim, na sua autoestima. Isso ocorre porque temos o hábito de espremer cravos e espinhas — os quais, geralmente, aparecem na testa, queixo, bochechas, laterais da face e nariz.

O que muitos não sabem é que, para evitar que essas marcas permaneçam, é possível encontrar tratamentos para cicatrizes de acne, que oferecem resultados satisfatórios e garantem uma grande melhoria na autoestima.

Quer conhecer os principais deles? Então não deixe de conferir este artigo até o final, porque vamos explicar detalhadamente como funcionam os principais deles! Vamos lá?

Preenchimento cutâneo

O preenchimento cutâneo é uma técnica utilizada para corrigir rugas, sulcos e cicatrizes, no geral.

Para realizar esse tipo de procedimento, serão injetadas substâncias a base de ácido hialurônico sob a região da pele que precisa ser tratada, elevando a profundidade da cicatriz para. Sendo assim, ele pode ser indicado para as cicatrizes distensíveis, u seja apresentam melhora quando a pele é esticada.

Esse é um dos tratamentos para cicatrizes de acne que tem apresentado resultados positivos e garantido a satisfação dos clientes. Para as pessoas que são mais sensíveis, pode ser utilizado um creme anestésico, o qual é aplicado cerca de uma hora antes da realização do tratamento.

É importante ressaltar, porém, que o preenchimento cutâneo pode ser temporário, mas o tempo de duração desse tratamento precisa ser esclarecido pelo seu dermatologista de confiança.

Lasers CO2 e Erbium-Yag

Os lasers CO2 e Erbium-Yag são um dos tratamentos para cicatrizes de acne mais comuns. Aqui, o profissional posicionará o laser na região que deve ser tratada e, em seguida, emitirá alguns disparos que proporcionarão um pequeno desconforto ou dor.

O objetivo é promover colunas de lesão na pele para que ela produza novo colágeno, formando novo tecido, melhorando assim a depressão da pele.

Após a primeira sessão os resultados já são vistos. Além disso, o laser também remove as manchas causadas pela acne.

Microagulhamento associado à radiofrequência

Considerado um dos tratamentos mais modernos da dermatologia, o microagulhamento com a radiofrequência potencializa os resultados dos tratamentos para cicatrizes de acne, atenuando os poros dilatados e suavizando as marcas deixadas pelas acnes.A radiofrequência, por sua vez, estimula a produção de colágeno, com o objetivo de recuperar a firmeza da pele.

Nesse tipo de tratamento, uma ponteira com agulhas de ouro muito finas deslizarão pela sua pele, ocasionando microperfurações, por meio das quais a radiofrequência será transmitida até as camadas mais profundas, regenerando a sua pele de dentro para fora.

Drug delivery

O drug delivery é um técnica que consiste em aplicar substâncias como o retinol, vitamina C, biotina e ácido hialurônico nas camadas mais profundas da pele, com a finalidade de combater as cicatrizes deixadas pela acne. Além disso, também é utilizado para tratar rugas, queda de cabelo e manchas.

A aplicação destes produto é realizada após abertura de canais na pele. Estes canais podem ser com agulhas ( microagulhamento ou lasers).

Bioestimuladores com ácido polilático e hidroxiapatita de cálcio

Os bioestimuladores com ácido polilático e hidroxiapatita de cálcio são produtos injetáveis que estimulam a produção de colágeno, definindo o contorno facial e tratando as cicatrizes causadas pelas acnes. Diferente do ácido hialurônico, esse tipo de produto reduz as cicatrizes para aumentar a quantidade de colágeno.

Dye laser:

O dye laser é utilizado para o tratamento das cicatrizes recentes, ou seja as avermelhadas. Quanto mais cedo ele é realizado melhores serão os resultados finais.

Elevação de cicatrizes

Esse tipo de procedimento exige anestesia local e é indicado para aquelas pessoas que têm cicatrizes de acne deprimidas, as quais são semelhantes às marcas deixadas pela catapora.

Nesse tratamento, o profissional utilizará um instrumento cortante, igual a um canudo (o chamado punch), e cortará em círculo o local da cicatriz, sem soltar a pele dos tecidos profundos. Por fim, fixará um curativo na região.

Vale a pena destacar que a região em que foi realizado o procedimento pode ficar até mais alta que a pele normal. Nesses casos, é necessário realizar uma dermoabrasão para igualar a altura em toda a região.

Enfim, esses são apenas alguns dos diversos tratamentos para cicatrizes de acne oferecidos no mercado. É importante, contudo, que você se conscientize da importância de escolher um profissional competente para realizar qualquer tipo de procedimento na sua pele.

As consequências de um trabalho mal feito poderão comprometer a sua saúde, a qualidade de vida e a autoestima. Lembre-se disso!

E aí, gostou de conhecer esses tratamentos para cicatrizes de acne? Então, assine a nossa newsletter e tenha acesso a muitos outros conteúdos relevantes como este diretamente na sua caixa de entrada! Ah, e não deixe de visitar o nosso site e os nossos perfis nas redes sociais. Estamos no Facebook e Instagram.

Como prevenir rugas? Descubra quando iniciar um tratamento com cremes de anti-idade

Hoje, não podemos apenas citar as mulheres quando o assunto é como prevenir rugas.  Porém, elas ainda são mais suscetíveis às rugas, já que muitos dos hormônios femininos estão diretamente relacionados com essas marcas.

Mas quando o assunto são as marcas na pele, a palavra de ordem é prevenção. Claro que o mercado de cosméticos evolui dia após dia, buscando os melhores tratamentos e produtos para reverter a situação. Mas se elas podem ser evitadas, por que não?

Existem agentes nocivos que provocam o surgimento das rugas e muitas mulheres nem se dão conta disso. Então, para te ajudar a prevenir essas marcas indesejáveis, vamos mostrar para você que não só a idade, mas também a própria rotina, que provocam o envelhecimento da pele. E claro, como retardar esse processo.

Use cremes antirrugas a partir dos 20 anos

Por mais viçosa que a pele pareça, é nessa faixa etária que os cuidados devem começar. Toda pessoa, independentemente da rotina, está em contato com o sol, poluição, vento e diversos elementos que agridem os tecidos.

Então, o creme anti-idade ideal para esse tipo de pele deve ter propriedades umectantes, hidratantes e ter o efeito antioxidante. Isso também fará com que o colágeno e a elastina fiquem mais concentrados, deixando a derme mais resistente e adiando a perda da textura de pêssego.

Não se esqueça do protetor solar diariamente e, se possível, de repassá-lo de duas em duas horas quanto estiver em ambientes abertos. Aliando a ação dos produtos anti-idade com a proteção solar, os resultados são potencializados.

Continue cuidando da pele aos 30, 40, 50 anos e assim por diante

Já ouviu o ditado “A beleza dá trabalho.”? Isso é a mais pura verdade para quem quer manter a pele do rosto linda. Todas as pessoas que desejam fugir das rugas precisam colocar na sua rotina os cuidados com a pele durante toda a vida.

Cada faixa etária possui produtos específicos para atender as necessidade da pele em cada fase da vida. Se você tem 30 ou 40 anos não adianta usar um creme para quem tem mais de 60, achando que isso potencializará os efeitos. Muito pelo contrário. Quanto mais idade, mais densas são as fórmulas, tornando-as agressivas para a pele que não seja compatível com a sua ação.

O ideal é consultar um profissional para indicar a periodicidade para a limpeza de pele, a esfoliação e os produtos a serem usados de acordo com o seu tipo de pele e idade. Siga à risca o seu ritual de beleza e utilize somente os produtos indicados pelo seu dermatologista.

Entretanto, dormir com maquiagem ou não remover as impurezas todos os dias é um pecado imperdoável para quem almeja uma pele impecável, independente da faixa etária. Nunca cometa esse erro!

Fuja dos agentes nocivos!

Quem não possui um celular ou não trabalha em frente a um computador ou notebook nos dias de hoje?

Pois é, esses são grandes vilões da pele. A luz emitida pelos aparelhos eletrônicos causam danos que muitos nem imaginam, principalmente se considerarmos que estamos em contato com esses raios desde que acordamos .

Nessa lista também estão a televisão, o tablet e a iluminação artificial de lâmpadas, seja a da sua casa ou do escritório, e todos eles aceleram o envelhecimento precoce, assim como o aparecimento de manchas na pele.

Sol, vento e poluição já são conhecidos por seus malefícios, entretanto, vale a pena lembrar.

Então, o que fazer?

  • proteja seu rosto: não precisa estar na praia para recorrer ao chapéu, boné ou outros itens para evitar a radiação solar diretamente na pele. Sempre que der, use e abuse deles;
  • utilize produtos que impermeabilizam: a poluição, por exemplo, aumenta a produção de radicais livres e diminui as defesas antioxidantes. Por isso, procure utilizar cremes e produtos que reduzam o contato dos poluentes com a região cutânea;
  • tenha os cremes fotoprotetores na bolsa: eles são grandes parceiros na luta contra o envelhecimento precoce. Aplique antes de sair de casa e, se possível, ao menos duas vezes durante o expediente de trabalho. Há alguns que garantem agir por 12 horas, mas prevenir nunca é demais;
  • una produtos com várias funções: quem tem problemas com oleosidade ou acne, por exemplo, possui dificuldades para reaplicar os produtos. E as mulheres que usam maquiagem também. Por conta disso, procure itens que ofereçam vários benefícios, como base que contenha filtro solar, hidratantes que combatam o aspecto brilhoso e assim por diante;
  • evite o tabagismo, bebidas alcoólicas, comidas gordurosas e doces: esses vícios e alimentos também estão relacionados com a saúde da pele. Sendo assim, busque hábitos saudáveis, prefira alimentos que ajudam na saúde da derme e claro, tome muita água.

Como prevenir rugas de acordo com o seu tipo de pele?

Há 2 tipos de marcas que podemos encarar como envelhecimento da pele: a dinâmica e a estática.

A primeira também é conhecida como ruga de expressão e são as primeiras a aparecerem. Elas são visíveis quando estamos movimentando o rosto, pois estão interligadas às contrações musculares. São aquelas entre as sobrancelhas, no lábio superior (muitas vezes chamada de “bigode chinês”), no canto externo dos olhos e na testa.

Já as estáticas, como o próprio nome sugere, são perceptíveis até mesmo quando a pessoa está parada. Costumam surgir a partir dos 45 anos e são mais profundas, por conta da perda natural do colágeno e da elastina dos tecidos.

Nessa fase, a derme começa a diminuir as suas glândulas sebáceas, deixando a pele mais desidratada. Por conta disso, mais do que nunca, beber água e utilizar hidratantes é fundamental.

Vale ressaltar que, quanto antes você começar a cuidar da pele, mais chances você tem de retardar o aparecimento das temíveis “marcas do tempo”.

Tudo se inicia aos 20, em que o foco se volta para a resistência dos tecidos. Já depois dos 40, os cremes anti-idade possuem mais ingredientes firmadores, os quais incentivam a formação de fibras elásticas e o colágeno, já em falta nesta idade.

E se você estiver protegendo a pele dos agentes externos, mantendo a higienização de maneira adequada e utilizando produtos específicos desde a juventude, certamente a recompensa será uma pele de dar inveja em qualquer idade!

Agora que você já sabe como prevenir rugas, que tal compartilhar esse texto nas suas redes sociais e mostrar a todos os seus amigos como cuidar da pele da forma certa? Não se esqueça de visitar nosso site e os nossos perfis nas redes sociais. Estamos no Facebook e Instagram.

Radiofrequência com microagulhamento: como a Clínica Thais Pepe realiza esse tratamento?

A busca por produtos e tratamentos que melhorem a aparência física é muito comum entre pessoas de todas as idades e faz parte da manutenção da sua autoestima e do bem-estar. Nesse contexto, os tratamentos estéticos, há tempos, têm ganhado espaço no mercado e evoluído para proporcionar resultados cada vez melhores.

Atualmente, a lista de tratamentos estéticos é extensa e abrange todas as áreas do corpo e correções desejadas.

Entre os procedimentos de pele que estão em alta ultimamente, destacamos a radiofrequência com microagulhamento, um dos mais luxuosos e com melhores resultados. Para que você entenda melhor, preparamos o texto de hoje para falar sobre o tratamento e destacar os diferenciais da Clínica Thais Pepe. Confira!

O que é a radiofrequência com microagulhamento?

O microagulhamento é um procedimento que consiste em microperfurações sequenciais da pele por meio de finas agulhas de aço banhadas a ouro. Esse material é utilizado pois é um ótimo condutor de eletricidade e tem boa compatibilidade com a pele.

A associação com a radiofrequência permite que as camadas da pele que são atingidas sejam aquecidas, de dentro para fora, pois a radiofrequência é emitida ao longo de todas as agulhas. Essa associação torna o tratamento com microagulhamento mais eficiente.

A introdução das agulhas na pele causa pequenas fissuras que, aliadas ao aquecimento produzido pela radiofrequência, estimulam a produção de colágeno. A técnica causa uma “violação” na epiderme que estimula a reestruturação natural das camadas da pele, com estímulo à produção de ácido hialurônico.

A técnica permite que o colágeno seja estimulado e remodelado, ao mesmo tempo. Além disso, também induz a angiogênese (criação de novos vasos sanguíneos) e o aumento da vasodilatação local, que contribuem para a oxigenação e a nutrição dos tecidos que estão sendo tratados.

Dessa forma, os resultados do procedimento são:

  • produção e regeneração de colágeno;
  • suavização de rugas e cicatrizes de acne;
  • aumento da firmeza da pele;
  • redefinição do contorno facial;
  • redução da flacidez cutânea;
  • clareamento de manchas cutâneas.

O procedimento pode ser realizado tanto no rosto como em outras partes do corpo.

Como o procedimento é feito?

O procedimento pode ser realizado após a avaliação pelo médico dermatologista, que é o responsável por definir a frequência que será utilizada no aparelho e o tempo de aplicação, de acordo com a área que será tratada. O número de sessões é definido de acordo com as necessidades da pessoa e a área tratada, podendo variar de 4 a mais sessões.

Os cuidados pré-procedimento podem envolver a indicação de uso de clareadores e protetores solares.

O procedimento pode ser realizado em qualquer parte do corpo e dura cerca de 20 minutos. É feita, ainda, a antissepsia da pele na área.

O processo é realizado com um aparelho específico parapara o procedimento . São utilizadas diferentes profundidades de introdução das agulhas de 0.5mm a 3mm. Antes do início da sessão, é aplicado um anestésico tópico no local que sofrerá o procedimento. Esse processo não é indolor, mas torna-se completamente tolerável após a aplicação do anestésico.

Após o procedimento podem  ser aplicadas substâncias como clareadores, indutores de colágeno, ácido hialurônico. No dia seguinte a pele pode apresentar leve inchaço e vermelhidão, porém, a recuperação após a sessão é rápida.

Dessa forma, deve-se sempre optar por clínicas comprovadamente habilitadas e que garantem a qualidade, como a Clínica Thais Pepe.

Quais as indicações do procedimento?

A radiofrequência com microagulhamento é considerada um procedimento seguro e eficaz, e tem as seguintes indicações:

  • redução de manchas de melasma;
  • rejuvenescimento facial;
  • redução de cicatrizes de acne;
  • redução de rugas;
  • redução/melhora de estrias;
  • melhora de poros e textura da pele;
  • redução de cicatrizes traumáticas ou cirúrgicas.

É importante também estar atento às contraindicações temporárias e permanentes do procedimento. As temporárias incluem: gestação, imunossupressão, pele queimada de sol, presença de acne extensa ativa, infecção, como herpes ativa no local da aplicação. As permanentes são: tendência à formação de queloide, doença vascular, alergia ao metal das agulhas.

Quais os diferenciais da Clínica Thais Pepe?

A Clínica Thais Pepe tem tradição e renome na área de dermatologia. Trabalha sempre com as melhores e mais seguras tecnologias, além de contar com uma equipe de profissionais reconhecidos na área pelo alto conhecimento científico e pela experiência. Tem o principal objetivo de fornecer tratamentos personalizados de dermatologia, de acordo com as necessidades específicas de cada um.

A qualidade da radiofrequência com microagulhamento que é realizada na clínica é garantida pelo uso dos melhores produtos importados e estéreis e das agulhas de ouro com melhor qualidade do mercado.

Os diferenciais do procedimento realizado na clínica são:

  • uso de aparelhos novos com forte radiofrequência na ponta das agulhas, aumentando a eficácia do procedimento;
  • uso de aparelho que apresenta um potente sistema eletromagnético que torna super-rápida a impulsão das agulhas;
  • pouca sensibilidade no procedimento após a aplicação do anestésico local;
  • uso de aparelho que permite a aplicação de energia na região exata a ser tratada;
  • procedimento seguro para todos os tipos de pele, inclusive peles morenas a bronzeadas;
  • observação de resultados após a primeira sessão.

A realização da radiofrequência com microagulhamento ou de qualquer outro procedimento dermatológico em clínicas de procedência duvidosa é um risco à saúde, pois o uso de produtos e equipamentos de baixa qualidade e/ou não esterilizados está associado a: erupção de acne, infecção por agulha não esterilizada, transmissão de doenças, como HPV, entre outros.

E então, o que você achou da radiofrequência com microagulhamento? Ficou com vontade de realizar o procedimento? Então entre agora mesmo em contato e agende sua consulta com nosso time de especialistas! Vamos lá!

Conheça 7 ácidos para clarear a pele!

A indústria de cosméticos tem nos ajudado a melhorar nossa autoestima, com soluções para a maior parte dos problemas. Os itens mais procurados são os ácidos para clarear a pele, que funcionam de diversas formas.

Existem aqueles que reduzem as manchas, os indicados para quem tem cicatrizes causadas por acne e, até mesmo, os ideais para amenizar estrias avermelhadas.

Mas qual tipo de ácido é indicado para cada problema? Como é a ação de cada um deles em nossa pele?

A seguir, selecionamos 7 dos ácidos mais utilizados e indicados por dermatologistas, explicamos como cada um age e exemplificamos para quais problemas são indicados. Confira!

1. Ácido retinoico

Não tem jeito: mesmo usando protetor solar, nossa pele acaba sofrendo os danos com a radiação ultravioleta do sol, que estimula a produção de substâncias que roubam o colágeno de nosso rosto. Essa ação causa o aparecimento de rugas, linhas de expressão, hiperpigmentação, sardas e manchas, além de mudar a textura da cútis.

O ácido retinoico, de vitamina A, é um dos compostos mais utilizados para tratar o fotoenvelhecimento da pele e, também, amenizar os sinais causados pela acne. Ele faz com que as novas células cheguem mais jovens, nutridas e oxigenadas à superfície. Além disso, estimula a produção de colágeno dos tipos 1 e 3.

O ponto positivo deste produto é que ele pode ser utilizado em conjunto com outros tipos, como o ácido hialurônico. Mas cuidado — nunca use o ácido retinoico junto com o glicólico ou o mandélico. Também não faça uso contínuo do composto, já que ele pode causar sensibilidades crônicas na pele, como rosáceas e vasinhos.

2. Ácido fítico

Trata-se de um ácido encontrado em sementes e grãos naturais, como arroz, aveias e cereais. Ele age sobre as enzimas que produzem a melanina, sendo muito utilizado como despigmentante. Além disso, tem ação anti-inflamatória, hidratante e antioxidante, combatendo os radicais livres do envelhecimento precoce.

Apesar de ser um ácido muito potente, ele tem o diferencial de poder ser usado em peles muito claras que já passaram por procedimentos estéticos, em pessoas jovens e em quem tem a pele sensível, já que apresenta propriedades hidratantes.

3. Ácido kójico

Este é um tipo de ácido extraído de um cogumelo japonês, chamado Koji, muito usado na fermentação do arroz para a produção de saquê. Sua grande vantagem é não ser fotossensível, ou seja, não causar manchas quando a pessoa expõe a pele ao sol durante o tratamento.

Trata-se de um excelente despigmentante e, também, de um ótimo item para eliminar espinhas, já que sua ação é antisséptica, impedindo a proliferação de bactérias e fungos na pele. Além disso, tem uma ação antioxidante, retardando o envelhecimento precoce da cútis.

Mas sua ação é um pouco mais demorada. Portanto, você deve ter paciência ao fazer o tratamento com este ácido: por ele ser menos potente do que os outros tipos, os resultados costumam demorar um pouco mais para aparecer.

4. Ácido ascórbico

Com a aplicação do ácido ascórbico, a pessoa alcança níveis de vitamina C que não seriam possíveis nem com a ingestão de suplementação alimentar. Trata-se de um poderoso antioxidante, que combate a ação de radicais livres.

Além disso, estamos falando do responsável por estimular a formação de colágeno e proteger a pele dos efeitos do sol (por isso, é indicado para uso no verão). Ele uniformiza o tom da pele, melhora sua textura, diminui as rugas, apresenta atividade imunoprotetora e ajuda a clarear manchas.

As fórmulas indicadas por dermatologistas visam manter a estabilidade da vitamina C, que acaba perdendo seus benefícios quando exposta ao oxigênio, ao calor e a fontes de iluminação.

5. Ácido azelaico

Este ácido é muito utilizado em peelings faciais, promovendo a renovação das células da pele por meio da escamação. Ele é indicado para quem apresenta manchas e acne, também podendo ser usado por gestantes no combate ao melasma.

O ácido azelaico traz muitos benefícios para a pele, tendo uma ação seborreguladora, antibacteriana, antimicrobiana e anti-inflamatória. Trata-se, também, de um ótimo secativo e clareador de espinhas e manchas causadas por elas.

6. Ácido mandélico

É um tipo de alfa hidroxiácido e tem moléculas grandes, o que o torna muito seguro de usar. Ele atua principalmente na prevenção do envelhecimento precoce, na diminuição de manchas e no controle da acne. Seu grande diferencial é ser seguro para todo o corpo e, por isso, pode ser utilizado para combater manchas em outros locais, não apenas no rosto.

Ele equilibra o processo de renovação epitelial e age diminuindo o fotoenvelhecimento logo nas primeiras vezes de uso. Para quem deseja diminuir rugas e marcas de expressão, sua aplicação deve ser prolongada.

7. Ácido glicólico

Trata-se de um grande aliado de quem apresenta manchas causadas por acne e estrias. Assim como o mandélico, este também é um alfa hidroxiácido, mas sua ação é muito mais potente que a do primeiro.

Ele penetra na cama córnea da pele. Em concentrações de até 4%, é um ótimo hidratante; mas, acima disso, tem ação esfoliante e renovadora celular. Com a quebra celular, a primeira camada da pele, ele deixa a camada córnea (camada de queratina) aberta para receber todos os benefícios do ácido.

Por promover a descamação da pele, o ácido glicólico favorece o processo de renovação celular, sendo um estimulador da produção de colágeno tipo 1 e 3. É muito indicado para:

  • o rejuvenescimento;
  • os casos de acne;
  • as cicatrizes causadas pela acne;
  • o tratamento de estrias avermelhadas.

Mas é preciso tomar cuidado, pois o ácido glicólico deixa a pele mais sensível e, após sua aplicação, é importante utilizar um protetor solar indicado para seu tipo de pigmentação. Caso você exponha sua pele ao sol, ela ficará vermelha, mais sensível e, até mesmo, poderão surgir manchas no local.

É importante lembrar que nenhum tratamento com ácidos para clarear a pele deve ser iniciado sem o acompanhamento de um profissional. Apesar de muitos deles parecerem inofensivos, tais itens são capazes de causar reações irreversíveis quando utilizados no tipo de pele para o qual não são indicados.

Gostou de nossas dicas sobre ácidos para clarear a pele? Que tal seguir-nos nas redes sociais para acessar nossos conteúdos sempre em primeira mão? Estamos no Instagram e Facebook.Até a próxima!

4 tratamentos que ajudam a combater a flacidez

O corpo é o templo da nossa alma. Quando estamos bem com ele, nos sentimos livres e confiantes. Entretanto, muitas mulheres têm a autoestima abalada e sofrem com a flacidez, que é a falta de tonicidade da pele ou músculo de uma determinada região. A boa notícia é que existem diversos tratamentos para flacidez.

Neste artigo, listamos as principais técnicas de ponta que são usadas nas clínicas dermatológicas. Explicamos como eles funcionam e para quem são indicados. Leia com atenção e veja como esse problema pode ser superado, recuperando o bem-estar com o seu corpo e a mente. Confira!

1. Laser 4D

O laser 4D é um dos tratamentos para flacidez que também pode ser indicado para manchas, rugas e lesões vasculares. Trata-se de um tratamento completo que ajuda no rejuvenescimento da pele. Ele combina dois tipos de lasers que, juntos, promovem a renovação e o estímulo celular intenso. Isso possibilita combater a flacidez e atuar no relevo, textura e contorno da pele.

Muitas mulheres se queixam da perda de firmeza no rosto. Esse é um dos problemas ocasionados pela flacidez. Por isso, o laser 4D é aplicado em regiões que têm mais colágeno, contribuindo como um estímulo para a produção da substância. Aplica-se o laser no couro cabeludo, pescoço e por trás das orelhas.

As sessões de laser 4D têm duração média de 30 minutos a 1 hora. Você precisa fazer uma avaliação com o seu médico dermatologista, pois é o profissional que vai determinar a quantidade indicada de sessões — que geralmente são 3. Os resultados são bastante satisfatórios e muito duradouros.

Diferentemente de outras tecnologias, o laser 4D pode ser aplicado em qualquer tipo de pele — inclusive pardas e negras. Outra vantagem dele é que pode ser feito no verão, ou seja, você não precisa esperar as épocas com menor incidência solar. O pós-tratamento é feito com o uso do protetor solar indicado pelo médico.

Como esse não é um tratamento invasivo, você pode retomar a sua rotina e seguir as orientações médicas que forem recomendadas.

2. Radiofrequência

Outro tratamento indicado para combater a flacidez no corpo e rosto é a radiofrequência. Isso ajuda a reduzir medidas por meio da eliminação de células de gordura. Essa é uma tecnologia muito eficaz e que vem sendo usada pela dermatologia desde o século XIX. Ela foi criada pelo físico francês Jacques-Arsène D’Ansorval.

A radiofrequência funciona a partir da geração de calor no tecido que fica embaixo da pele, induzindo a produção de novas fibras de colágeno e melhorando o aspecto da região. Depois de higienizada, a pele recebe um gel de condução para que o aparelho efetue os disparos de radiofrequência.

Já que esse também não é um tratamento invasivo, não necessita de uma preparação especial. Os seus resultados são visíveis e de longa duração. Assim como no tratamento anterior, a quantidade de sessões de radiofrequência deve ser indicada pelo médico dermatologista. Em geral, recomenda-se de 4 a 6 sessões quinzenais.

3. Radiofrequência e LED

A tecnologia de radiofrequência e LED é um dos tratamentos indicados para flacidez e celulite. Nele, são combinadas técnicas, como a de radiofrequência, massagem, pressão negativa e LED de 850 mm. Juntas, elas aumentam a circulação da região tratada, elevando a produção de colágeno e reduzindo a quantidade de células de gordura.

O tratamento com radiofrequência e LED não é invasivo e os resultados são vistos a partir da primeira sessão. Ele também não provoca desconfortos, pois é indolor. A remodelagem do tecido da sua pele é mais acentuada e durável, deixando-a mais firme e aparentemente rejuvenescida. O retorno às atividades é logo depois do tratamento.

4. Radiofrequência injetável

A radiofrequência injetável é um dos tratamentos para flacidez mais revolucionários, oferecendo múltiplos benefícios. Nele, a temperatura é controlada para que o aparelho possa ser usado em diferentes tipos de tecidos, atingindo exatamente o que o médico dermatologista deseja.

Pela primeira vez, a dermatologia consegue tratar uma ampla variedade de peles com a aplicação dessa ciência do calor. Sendo assim, a radiofrequência injetável consegue ser aplicada em várias áreas do corpo. No caso específico da flacidez, os resultados são alcançados em um único tratamento.

O tratamento com radiofrequência injetável é minimamente invasivo. Uma pequena sonda é inserida sob a pele para aquecer os tecidos subcutâneos a uma temperatura específica, que é monitorada e regulada por um sistema de computador. Em uma tela, o médico acompanha a imagem térmica do seu corpo.

Isso possibilita que ele saiba qual é a temperatura da superfície da pele em tempo real, assegurando, com precisão, o efeito de aquecimento e, obviamente, garantindo que o procedimento aconteça em segurança. Para isso, uma pequena dose de anestésico é colocada na área que será tratada.

O aquecimento da sonda sob a pele faz com que ocorra o estímulo da produção de colágeno na área que está sendo tratada. Os resultados finais da radiofrequência injetável aparecem depois de 6 semanas, entretanto, no mesmo dia você já consegue ver diferença. Esse procedimento é seguro e eficaz para todos os tipos de pele.

O tratamento contra a flacidez com a radiofrequência injetável pode ser feito nas seguintes regiões:

  • testa;
  • pálpebras;
  • bochechas;
  • boca;
  • pescoço;
  • seios;
  • braços;
  • abdome;
  • flancos;
  • costas;
  • culote;
  • nádegas;
  • coxas;
  • joelhos;
  • panturrilhas;
  • tornozelos;
  • áreas íntimas.

A região da vagina também pode sofrer com os efeitos da flacidez. A partir dos 35 anos e, especialmente na fase da menopausa, é muito comum notar a perda de elasticidade na zona dos grandes lábios. Dependendo do grau de flacidez, ela também pode atingir os pequenos lábios.

O modo como a mulher lida com o próprio corpo reflete muito o bem-estar psicológico. Logo, quem enfrenta a flacidez na região vaginal pode ficar mais insegura e pouco confiante, gerando desconforto nos encontros íntimos.

Entretanto, essa não é somente uma questão de estética. A flacidez nessa região pode diminuir o seu prazer durante o ato sexual. Em alguns casos, mulheres reclamam de dores e acabam perdendo o interesse pelo sexo. Isso afeta a autoestima e o dia a dia do casal.

Esse assunto, que antes era tabu, já é visto com naturalidade — principalmente nos consultórios de dermatologia e cirurgia plástica. Os tratamentos para flacidez são indicados para mulheres de todas as idades que buscam aumentar a autoestima e garantir o bem-estar com o próprio corpo.

Se você está incomodada com a flacidez em alguma parte do seu corpo e deseja tratá-la com uma profissional experiente e reconhecida pelo mercado da dermatologia, entre em contato conosco. Thais Pepe é médica especialista em dermatologia, membro das principais sociedades da área e autora de capítulos de livros e publicações em revistas científicas.

Doutora Thais Pepe explica: preenchimento facial e proporcionalidade do rosto

Muitas mulheres sonham em realizar um preenchimento facial, mas elas ainda têm certo receio quanto ao procedimento. Um dos maiores medos é que a técnica não proporcione ao rosto uma imagem natural.

A verdade é que, se o procedimento for realizado por um profissional competente, isso não vai acontecer, pois muitos fatores serão estudados antes da realização do preenchimento facial.

Neste artigo, a Dra. Thais Pepe aborda a importância de manter a harmonização e a proporcionalidade do rosto nesse procedimento. Quer saber mais? Continue a leitura até o final, e as suas dúvidas serão tiradas!

Por que a proporcionalidade é importante?

A proporcionalidade é fundamental para realçar e valorizar pontos estratégicos do rosto, sempre mantendo e otimizando a harmonia da face. Nunca podemos mudar a identidade do cliente, apenas melhoramos ou realçamos o que ele tem de bonito.

Além disso, um rosto proporcional é um rosto mais atraente. Como a face é dividida em três terços, o terço superior, o médio e o inferior devem ser proporcionais para que o rosto fique mais bonito e harmonioso.

Com o processo de envelhecimento, existe a absorção de estruturas ósseas e dos dentes. Com isso, a parte superior do lábio se torna menos proeminente, e o mento aparenta mais proeminência. Com o preenchimento facial podemos acertar essa perda.

Além de contribuir para otimizar o volume do rosto, os procedimentos injetáveis também ajudam a redefinir as perdas estruturais. Dessa forma, a face, após o preenchimento facial, aparenta ser mais fina.

A proporcionalidade no preenchimento facial tem como principal objetivo tratar todas as necessidades do cliente, inclusive corrigir aquelas irregularidades que nem ele mesmo percebe.

Retificar assimetrias, ou seja, as diferenças existentes de um lado para o outro, levantar o nariz, alongar o queixo e criar uma harmonia natural no rosto do cliente é o que o preenchimento facial faz.

Ele proporciona um tratamento diferenciado, que evidencia ainda mais a sua beleza natural. Vale ressaltar que tal procedimento é realizado por poucos especialistas.

O que é levado em consideração ao fazer o preenchimento facial?

Para garantir o sucesso no procedimento, o profissional deve levar em consideração alguns fatores que vão colaborar para o alcance do resultado desejado. A seguir, listamos os principais. Acompanhe!

Proporções

Como mencionamos, a face é dividida em três terços — superior, médio e inferior — e eles devem ser proporcionais.

Ao realizar os preenchimentos, sempre é importante manter essa proporcionalidade. Se o cliente não tiver essas proporções, elas podem ser feitas com os preenchimentos.

Arco zigomático

Essa é a região que vai do nariz até a orelha, a qual deve representar 75% da face. A distância da base nasal até o mento (testa) deve ter a proporção de 1/3 para 2/3. Isso torna a face mais atraente.

Basicamente, a pessoa deve ter 1/3 da região acima da base nasal e 2/3 para baixo.

Quais são os tipos de preenchimento facial?

Para que você possa conhecer melhor os procedimentos, a seguir mostramos os tipos de preenchimento facial. Confira!

Ácido hialurônico

É um ácido biocompatível e o mais seguro, utilizado para remover sulcos, rugas, deixar os lábios mais definidos e realçar o contorno facial. É importante destacar que esse procedimento é minimamente invasivo.

Preenchedor-volumizador à base de hidroxiapatita de cálcio (Radiesse®)

Essa substância também é 100% compatível com o organismo e promove um efeito de preenchimento imediato, pois seus componentes estimulam a produção de elastina e colágeno, melhorando a qualidade da pele e proporcionando o rejuvenescimento das mãos e do rosto.

Esse procedimento é indicado para tratar rugas profundas, proporcionar efeito lifting e melhorar o contorno da face.

Bioestimulador de colágeno

Ele estimula o colágeno dando um pouco de volume. Pode ser feito com o Sculptra® e também com o Radiesse®. Quando esse tipo de preenchedor é aplicado sob a pele, ele estimula a produção de colágeno de maneira natural.

É indicado para quem quer eliminar os sinais de envelhecimento e tratar a flacidez facial e corporal, inclusive a celulite.

SkinBooster

É uma hidratação de ácido hialurônico injetável, que nutre a derme por meses, proporcionando aspecto mais saudável e jovem. Pode ser aplicada no rosto, pescoço, colo e mãos. Reduz as rugas e marcas finas de expressão, retardando o envelhecimento.

Toxina botulínica

É um procedimento estético que não é invasivo. É extremamente eficaz no tratamento de rugas nas sobrancelhas, olhos (os famosos “pés de galinha”), pescoço e lábios. Os resultados clínicos são rápidos e com poucos efeitos colaterais.

O botox, indicado para rugas dinâmicas — na testa, boca e regiões que mexem com a mímica da face —, pode ser utilizado para enxaqueca, bruxismo, além de também afinar o rosto e ser utilizado no colo e no pescoço.

Os preenchimentos, bioestimuladores, hidratações e botox podem ser combinados entre si para criar uma harmonia no rosto. A combinação dos preenchimentos e do botox é o ideal, usando o preenchimento para locais que perdem volume e colágeno, e o botox para rugas dinâmicas.

Os preenchimentos podem ser feitos com ácido hialurônico, hidroxila-agita de cálcio. Entre os preenchedores com ácido hialurônico, existem densidades diferentes adaptadas para cada área de tratamento.

Eles devem ser realizados por profissionais que entendem profundamente de anatomia, pois podem levar a complicações irreversíveis.

Quais são as principais indicações?

O preenchimento facial é indicado para as seguintes situações:

  • tratamento de rugas finas e profundas;
  • sulcos e depressões na face;
  • aumento dos lábios;
  • redefinição facial.

O preenchimento serve não só para devolver a jovialidade e rejuvenescer, mas também para fazer um processo de embelezamento do rosto. Aumenta a autoestima do cliente e, consequentemente, melhora a sua qualidade de vida.

Quais são as contraindicações desses procedimentos?

Para a maioria deles, não existem contraindicações, porém é importante apresentar ao dermatologista todas as queixas, pois somente ele poderá avaliar os riscos dos procedimentos.

Agora, você já sabe como o preenchimento facial é realizado e qual é a importância da proporcionalidade do rosto, certo? A última dica é procurar um especialista de confiança para realizar qualquer tipo de procedimento, a fim de garantir os resultados esperados, sem grandes frustrações.

Quer conhecer os nossos serviços e contar com equipamentos de alta qualidade para a realização dos procedimentos? Entre em contato conosco para tirar todas as suas dúvidas!

Tratamentos estéticos personalizados: saiba o que podemos fazer por você!

Os tratamentos estéticos personalizados são oferecidos aos clientes após o diagnóstico feito por um especialista. Essa prática é essencial para garantir a segurança nos procedimentos e assegurar que os resultados desejados sejam alcançados.

Muitos fatores devem ser levados em consideração, antes de iniciar um tratamento estético. Nesse momento, o dermatologista analisará a situação do paciente e recomendará o tratamento adequado.

Mas, você sabe como o tratamento estético é realizado? É isso que vamos mostrar para você neste artigo. Continue a leitura até o final e conheça o funcionamento desses procedimentos!

Quais são os tipos de exames solicitados?

Para que o profissional possa indicar o melhor tratamento para cada caso específico, a realização de exames torna-se fundamental, pois a falta de conhecimento sobre a atual situação do cliente pode levar a erros desnecessários.

É importante ressaltar que os especialistas solicitam os exames para saber se existe algum fator que pode impedir a indicação de determinado tratamento estético personalizado, como gravidez, diabetes, reações inflamatórias, disfunções renais, hepáticas, hormonais, hipertensão, entre outros.

No seu primeiro contato com a clínica da Dra. Thais Pepe, será realizado uma anamnese detalhada, um exame físico completo, no qual todas as suas queixas serão analisadas cuidadosamente. Nesse momento, também será feito o seu planejamento terapêutico.

Em seguida, você passará pelo processo da dermatoscopia digital, o qual é realizado por um dermatologista especialista, para fazer o mapeamento dos nevos. Esse aparelho permite diagnosticar, prevenir e acompanhar possíveis lesões cancerígenas.

Em casos de queixas capilares, é feito o exame de tricograma, um método digital para diagnóstico e acompanhamento das alopecias (queda de cabelo).

O Sistema 3D, por exemplo, é usado para fotos faciais e corporais que permite avaliar o grau de flacidez no rosto e pescoço e analisar os resultados dos procedimentos para tratamento de flacidez .

Além disso, esse sistema faz uma análise das manchas, vasos, poros e rugas do cliente e gera um comparativo do envelhecimento da pele com a população da mesma idade.

As fotos 3D são armazenadas em um software destinado à comparação e monitoramento dos tratamentos realizados.

Como o diagnóstico é realizado?

Em todas as consultas, a equipe da clínica da Dra. Thais Pepe utiliza equipamentos para a realização de diagnósticos e acompanhamento dos tratamentos indicados.

Ao final da consulta, é feito a prescrição e planejamento terapêutico individualizado para as queixas apresentadas pelo cliente, levando em consideração quais procedimentos que ele pode (ou não), ser submetido e como fazê-los da melhor maneira. Tudo isso com o acompanhamento de profissionais qualificados.

O diagnóstico considerará todos os detalhes apontados nos exames realizados. Porém, é importante enfatizar que a sua colaboração é essencial para que o diagnóstico seja realizado da melhor forma. Portanto, é fundamental que o profissional tenha conhecimento de todos os problemas de saúde, mesmo os considerados mais irrelevantes.

Todas as informações são indispensáveis para obter um diagnóstico preciso. Assim sendo, não deixe nenhuma informação de lado.

Quais são os tratamentos mais procurados?

O mercado estético vem inovando-se a cada dia e a clínica da Dra. Thais Pepe oferece  o que há de melhor no ramo dos tratamentos estéticos personalizados.

A seguir, mostraremos alguns dos procedimentos mais procurados e como eles são realizados. Acompanhe!

Preenchimentos faciais

O preenchimento facial pode ser realizado com diferentes substâncias, cada uma delas é indicada para um caso específico. Entre elas estão:

  • ácido hialurônico é utilizado para remover sulcos, rugas, realçar o contorno facial e definir lábios;
  • bioestimulador de colágeno, como o nome já diz, estimula, de maneira natural, a produção de colágeno. Normalmente é indicado para quem quer diminuir os sinais de envelhecimento e tratar a flacidez.

Depilação definitiva

Os métodos utilizados para realizar a depilação definitiva são: o laser Nd:YAG, o Diodo e a Luz Intensa Pulsada. Temos as 3 tecnologias. Por meio deles é possível alcançar o mais profundo folículo da epiderme, fazendo com que todos os clientes possam obter o resultado esperado e com a segurança necessária, independentemente da cor da pele.

Além disso, esses tipos de tratamento também contém um scanner computadorizado, o qual permite alcançar a região de crescimento do pelo, fazendo com que nenhum folículo piloso seja deixado de lado durante as sessões.

Tratamentos vasculares

Nesse caso, o tipo de tecnologia laser utilizado é o Dye Laser além do ND:YAG, ideal para tratamento de vasos com espessura de até 4mm, os quais podem estar localizados em qualquer área do corpo.

Esse procedimento consegue tratar rapidamente lesões vasculares, como nervos aranha e hemangiomas.

Porém, esse tratamento só é definitivo para vasos tratados, pessoas que têm quadro de teleangiectasias podem desenvolver novas indicações, se no futuro surgirem novas lesões.

Existem contraindicações para tratamentos específicos? Quais?

Tudo dependerá dos exames citados acima, bem como o nível de “invasão” de alguns procedimentos.

Todos os tratamentos da clínica são de ponta, aplicados e acompanhados por especialistas. As indicações vão variar de acordo com o que o cliente busca para melhorar sua aparência e, claro, de acordo com o que ele pode fazer, após a realização dos exames e diagnósticos.

Por isso, é de suma importância seguir todas as orientações do especialista. Se houver alguma contraindicação ele a orientará de acordo com as informações apontadas nos exames.

Quais os benefícios dos tratamentos estéticos personalizados?

Os benefícios dos tratamentos estéticos personalizados vão além da beleza. O cuidado com a estética não pode ser sinônimo apenas de vaidade, pois a sua saúde também é beneficiada com esses procedimentos.

Além de melhorar a aparência, esses procedimentos também fortalecem o sistema imunológico, aliviam a tensão da rotina e melhoram a autoestima. Só com esses três benefícios você já pôde perceber que procurar esse tipo de tratamento não é uma questão de luxo, certo?

Porém, para que os resultados esperados sejam alcançados, é importante aliar os tratamentos estéticos personalizados com práticas saudáveis, como não fumar, manter uma dieta balanceada e praticar exercícios físicos.

Lembre-se que os resultados dependem do seu esforço e dedicação também, portanto, siga todas as orientações do seu especialista para obter o sucesso no tratamento.

Os tratamentos estéticos personalizados são procedimentos de alta tecnologia, os quais podem oferecer a você os resultados que você tanto procura e com maior rapidez.

Quer ter acesso a diversos tratamentos estéticos e com uma das melhores especialistas do ramo? Entre em contato conosco e conheça nossos serviços!

Qual o melhor tipo de depilação para cada pele?

Com a evolução da estética nas últimas décadas, já existem no mercado diversos tipos de depilação: threading (linha), cera quente, cera fria, roll on, luz pulsada, laser, lâmina e creme.

Todas essas opções estão disponíveis para homens e mulheres que querem deixar a pele lisinha e livre dos pelos, mas é preciso observar as características individuais de cada pele para escolher o método adequado e garantir resultados sem complicações.

Mas afinal, como funciona cada tipo de depilação e qual é o mais indicado para cada pele? Vamos responder a essas e outras perguntas aqui. Confira!

Depilação com lâmina

A lâmina é um dos métodos mais simples de depilação e utiliza uma superfície metálica para cortar a parte mais superficial da haste dos pelos.

Vantagens:

  • rápida e simples;
  • indolor;
  • pode ser realizada em casa, sem auxílio profissional.

Desvantagens:

  • gera pequenos traumas na pele;
  • não remove os pelos pela raiz;
  • pode provocar irritação, alergia e lesões de pele chamadas de foliculite;
  • o resultado dura poucos dias.

Depilação com creme depilatório

Por meio de uma combinação de substâncias químicas, o creme depilatório dissolve a haste dos pelos após alguns minutos de contato com a pele. É mais utilizado para a depilação das pernas e braços, mas há fórmulas especiais para axilas, virilha e buço.

Vantagens:

  • método rápido e simples;
  • indolor;
  • pode ser realizado em casa, sem auxílio profissional.

Desvantagens:

  • pode provocar reações alérgicas em peles sensíveis;
  • costuma ter cheiro desagradável.

Depilação com aparelhos elétricos

Os aparelhos elétricos podem ter um sistema de lâminas que removem apenas a parte mais superficial do pelo ou, ainda, um sistema de pinças que puxam o pelo e conseguem removê-lo pela raiz. Geralmente, esses equipamentos são pequenos, portáteis e fáceis de manejar.

Vantagens:

  • método rápido e simples;
  • pode remover o pelo pela raiz;
  • menos irritante que a lâmina comum;
  • pode ser realizado em casa, sem auxílio profissional;
  • o mesmo aparelho pode ser reutilizado por anos.

Desvantagens:

  • pode ser doloroso quando há remoção do pelo pela raiz.

Depilação a linha, threading ou egípcia

A depilação a linha é oriunda do Oriente Médio e do sul asiático e vem sendo utilizada há séculos nesses locais. O processo de depilação é feito com o auxílio de uma linha de algodão ou de seda e remove os pelos um a um, pela raiz.

Vantagens:

  • remove o pelo pela raiz;
  • baixo custo;
  • alto nível de higiene;
  • baixo risco alérgico;
  • baixo risco de alterações na coloração da pele.

Desvantagens:

  • limitada a áreas pequenas, como sobrancelhas e buço;
  • sessões demoradas;
  • pode provocar o surgimento de telangiectasias;
  • demanda técnica profissional.

Depilação com cera quente

Ao ser aplicada na pele, a cera quente promove a dilatação dos poros pilosos e facilita a remoção dos pelos. É um dos métodos mais utilizados no Brasil e pode ser realizado em qualquer parte do corpo.

Vantagens:

  • aplicação fácil;
  • remove o pelo pela raiz e deixe a pele lisinha por cerca de 2 a 4 semanas;
  • pode ser usada em qualquer área do corpo;
  • permite a depilação de grandes áreas;
  • menos dolorosa que a cera fria.

Desvantagens:

  • alto custo, dependendo da cera utilizada e do profissional;
  • risco de queimadura;
  • risco de infecção se a cera for reutilizada.

Depilação com cera fria ou com folhas depilatórias

O produto já vem pronto para uso e remove o pelo pela simples tração que exerce sobre este, ao ser puxado. Há um risco considerável de lesão à pele, mas muitas pessoas defendem o método pela sua simplicidade e praticidade.

Vantagens:

  • remove o pelo pela raiz;
  • pode ser aplicada em casa;
  • aplicação mais simples e prática que a da cera quente;
  • não há risco de queimaduras.

Desvantagens:

  • mais dolorosa que a cera quente;
  • só pode ser realizada em pelos longos;
  • gera irritação e ressecamento da pele.

Depilação com roll-on

O roll-on é um pequeno aparelho elétrico que aquece a cera e permite que ela seja aplicada na pele em finas camadas, como se fosse um desodorante roll-on. Após a aplicação, é colocado um papel sobre a cera para que ela seja removida juntamente com os pelos. Isso reduz a sujeira e simplifica o processo de depilação com cera quente.

Vantagens:

  • aquecimento rápido e prático da cera;
  • demanda pouca técnica e pode ser realizada em casa;
  • utiliza papéis descartáveis que impedem a reutilização da cera.

Desvantagens:

  • o aparelho roll on deve ser de uso pessoal para reduzir o risco de contaminações;
  • não é recomendado para virilha, axilas, buço e rosto.

Depilação a laser

Se baseia na absorção da luz laser pela melanina dos pelos e, assim, provoca o enfraquecimento e a destruição dos folículos pilosos, impedindo o crescimento de uma nova haste.

Para que funcionem adequadamente, a maioria dos equipamentos depende do contraste de cor entre a pele e o pelo, gerando melhores resultados em pessoas de pele branca e com pelos escuros. Os resultados também dependem diretamente da capacitação do profissional, da qualidade do equipamento e do tipo de laser emitido.

Vantagens:

  • depilação definitiva ou duradoura;
  • resultados rápidos em poucas sessões.

Desvantagens:

  • pode provocar manchas na pele se for aplicado por profissionais não experientes.

Depilação com luz pulsada

Utiliza uma frequência de luz diferente do laser, que consegue ser bem absorvida por pelos de qualquer tonalidade. Em contrapartida, demanda um número maior de sessões para gerar resultados.

Vantagens:

  • praticamente indolor;
  • depilação duradoura;
  • baixo risco de irritação da pele;
  • bons resultados em peles de todos os tons.

Desvantagens:

  • os pelos voltam a crescer após alguns anos;
  • demanda várias sessões para gerar resultados.

Qual o tipo de depilação mais indicada para cada pele?

Escolher o método de depilação de acordo com as características de cada pele é a melhor maneira de obter bons resultados e prevenir lesões. Confira abaixo as indicações para diferentes casos:

Peles muito sensíveis

Pessoas com a pele muito sensível devem optar por métodos que removem o pelo pela raiz para reduzir a frequência das sessões de depilação e proteger a pele de fatores agressivos, como lâmina e creme depilatório. A cera fria também é contraindicada devido ao risco de lesão aos folículos pilosos no momento de tração dos pelos.

A cera quente com maracujá ou outras substâncias calmantes e os depiladores elétricos são possíveis opções para quem é mais resistente à dor, mas o ideal é investir em uma depilação com resultados ainda mais duradouros, como a depilação a laser ou a fotodepilação.

Peles negras

Como a depilação a laser depende do contraste entre a pele e o pelo para funcionar, ela pode não ser uma boa opção para pessoas com tons de pele mais escuros e com pelos muito finos.

Nesse caso, o mais recomendado para quem deseja uma depilação duradoura é a fotodepilação, que permite ajustar a intensidade da luz de forma a aumentar a absorção pelo fio. De qualquer forma, é essencial avaliar cada caso com um profissional para que a melhor decisão seja tomada.

Peles inflamadas ou com foliculite

Todos os métodos de depilação são contraindicados durante um processo de inflamação do folículo piloso ou da pele. O ideal é deixar a pele descansar e se recuperar, evitando o uso de roupas muito apertadas e realizando sessões de hidratação e esfoliação para a retirada das células mortas.

Quando a foliculite estiver sob controle, o mais recomendado é investir em métodos de depilação duradouros, como a depilação a laser e a fotodepilação para evitar que o problema volte.

Peles com pelos finos

Quando os pelos são bem fininhos, os métodos que apenas cortam a haste podem ser uma boa opção. Assim, tanto a lâmina quanto o creme depilatório podem ser suficientes para manter a pele bem lisa, desde que usados de forma adequada.

Peles com pelos grossos

Pessoas com pelos grossos se beneficiam enormemente da depilação a laser pelo grande contraste gerado entre a pele e o pelo. Após duas sessões, já é possível observar um bom resultado com o investimento nesse tipo de depilação, que garante o afinamento dos fios.

Gostou do nosso post e quer continuar acompanhando as postagens do blog? Então, aproveite visitar nosso siteassinar a nossa newsletter!

Confira as últimas tendências no tratamento estético!

O mercado de tratamento estético tem ganhado muito destaque, tendo em vista a alta tecnologia utilizada para oferecer aos seus clientes o melhor tratamento possível, a fim de alcançar os resultados esperados com mais rapidez e eficiência. Devido a isso, é de suma importância que você esteja por dentro das últimas tendências no tratamento estético.

Ficar mais atraente do que você já é, nunca foi tão simples, e a clínica da Dra. Thais Pepe conta com os procedimentos mais avançados para oferecer a você o melhor tratamento estético.

Quer saber mais sobre essas tendências e descobrir como esses procedimentos são realizados? Continue a leitura e confira!

Radiofrequência invasiva

A radiofrequência invasiva é um tratamento indicado para tratar qualquer tipo de flacidez, seja no rosto ou no corpo.

O procedimento é realizado com o Thermi tight, um equipamento novo, ele funciona pela introdução de uma cânula por baixo da pele, esta cânula emite radiofrequência direto no tecido alvo. A radiofrequência é a responsável por produzir novo colágeno e promove o tightening. Esse procedimento é realizado com anestesia local  e, portanto indolor. . Oferece uma durabilidade de dois anos e é aplicado em apenas uma sessão

A radiofrequência invasiva melhora o contorno facial e flacidez corporal.

Radiesse

O radiesse é uma substância biodegradável, biocompatível e não tóxica, pois a sua produção é a base de hidroxiapatita de cálcio.

As substâncias contidas nesse procedimento são mais eficazes para combater a flacidez facial e, atualmente, ela também é utilizada para melhorar a estética corporal, tratando regiões flácidas nas pernas, coxas, glúteos, braços, abdômen e, inclusive, a celulite.

A hidroxiapatita de cálcio multiplica as células que produzem o colágeno. Esse procedimento não apenas melhora a volumetria da área tratada, mas também aprimora a qualidade da pele.

Coolsculpting

O Coolsculpting é uma das maiores tendências no tratamento estético, pois esse procedimento promete congelar até 30% da gordura localizada. Por meio de um aparelho, as células de gorduras são resfriadas até congelarem. Esse método não é invasivo e pode tratar diferentes áreas no mesmo dia.

Mas, não se preocupe, pois todo o processo é controlado, a fim de garantir que a sua pele ou órgãos adjacentes não sejam prejudicados.

Depois que essas células de gorduras são congeladas, a molécula sofre alteração em sua estrutura e o seu corpo não consegue reconhecê-las mais e, com isso, ele vai eliminando-as aos poucos.

Porém, é importante ressaltar que os resultados não são imediatos, pois a eliminação total ocorrerá dentro de dois ou três meses, após o tratamento.

O procedimento tem duração de 35 minutos e todos os tipos de ponteiras são utilizados para modelar o corpo, como o joelho, braço, papinho etc.

Microagulhamento com radiofrequência para poros e flacidez

Essa é uma técnica que utiliza microagulhas para promover a produção de colágeno. As microagulhas penetram na pele, causando micro perfurações.  As microagulhas possuem radiofrequência na extremidade e portanto é emitida direto no tecido. A lesão gera um processo de cicatrização, o qual estimula produção de colágeno, além de possibilitar a penetração de ativos, o que chamamos de drug delivery.

Esse método é um dos tratamentos mais modernos para o rejuvenescimento. Seu grande diferencial é a capacidade de remodelar  e, ao mesmo tempo, estimular o colágeno, por meio do microagulhamento, no qual as camadas da pele são aquecidas com a radiofrequência.

O aplicador do microagulhamento contém 25 microagulhas, as quais são responsáveis por emitir a radiofrequência para dentro da pele, otimizando os resultados esperados.

As principais indicações incluem os tratamentos na face, principalmente em rugas, cicatriz de acne, melasma, estrias e  poros. Esse procedimento também pode ser realizado no corpo, em tratamento contra estrias e cicatrizes.

Ultrassom microfocado

Esse procedimento é feito com o Ulthera. O Ulthera é o tratamento do momento para combater a flacidez facial, ele que utiliza a tecnologia do ultrassom e aquece as camadas mais profundas da pele.

Por meio do ultrassom, o Ulthera melhora o tônus da pele e proporciona o efeito lifting, melhorando a firmeza da pele,  o contorno facial e corrigindo a altura das sobrancelhas. Esse tipo de tratamento estético utiliza as imagens oferecidas pelo ultrassom para visualizar todas as camadas de tecidos que serão alcançadas durante o procedimento.

Dessa forma, a energia será direcionada, precisamente, nas áreas onde ela será mais efetiva. O melhor disso tudo é que o procedimento não exige nenhum corte, diminuindo, ao máximo, os danos à superfície da pele.

Normalmente, o procedimento dura em torno de uma hora. É importante enfatizar que, após a sessão, a sua pele pode apresentar uma leve vermelhidão, a qual desaparecerá em poucas horas.

Luz pulsada

A Luz pulsada é desenvolvida por um aparelho específico que gera calor na pele, atingindo vários alvos, como a melanina, vasos sanguíneos e o colágeno.

Esse procedimento estético possibilita o tratamento de diversas lesões que são causadas pelo fotoenvelhecimento, em diferentes regiões do corpo, como dorso das mãos, colo, pescoço e face, tratando manchas solares, rugas finas, olheiras, poiquilodermia e etc.

Esse tratamento é indicado para pessoas com cútis branca muito sensível, pouco sensível e cútis morena clara. Isso porque as chances de complicações são maiores em pessoas que têm a tonalidade da pele mais escura, pois quando há maiores quantidades de melanina, ela pode absorver o feixe luminoso.

Normalmente, para que esse tratamento estético possa entregar os resultados esperados, é recomendado que você realize uma média de três sessões, porém, é muito comum os resultados começarem a aparecer logo na primeira sessão.

Os tratamentos estéticos proporcionam muito mais que apenas a melhora na aparência física. Eles também melhoram a sua autoestima, tendo em vista que a falta dela é um dos maiores fatores que contribuem para o desenvolvimento de doenças psicológicas, como a depressão.

Essas tendências no tratamento estético estão disponíveis na clínica da Dra. Thais Pepe. Ela conta com equipamentos de alta tecnologia e profissionais extremamente qualificados para oferecer a você o melhor tratamento possível.

Esse assunto despertou o seu interesse? Quer realizar algum procedimento estético que é tendência nos dias atuais? Entre em contato conosco e conheça nossos serviços!

Lifting sem cirurgia: conheça a técnica que usa fios de sutura

Cuidar da aparência é uma decisão de muitas mulheres. É por isso que a cada novo ano surgem diversas técnicas que permitem melhorar o aspecto da pele, proporcionando mais beleza e rejuvenescimento da região.

Foi assim que surgiu o lifting sem cirurgia. Um procedimento que visa atender as necessidades da pessoa sem o uso de equipamentos mais rigorosos ou cirúrgicos.

Para você entender como essa técnica funciona, separamos abaixo algumas informações relevantes. Acompanhe!

O que é Lifting sem cirurgia?

O lifting sem cirurgia é um procedimento que utiliza fios de sutura que são absorvidos pelo organismo depois de um determinado tempo. Isso porque os fios são feitos de material próprio que contém ácido poli-láctico, possuindo ganchos ou cones acoplados.

Assim, eles são capazes de proporcionar sustentação do tecido onde são colocados, permitindo mais elasticidade do tecido que retarda o envelhecimento do rosto.

Devido à fabricação do fio, o tratamento reduz os riscos que procedimentos antigos causavam, como a formação de granulomas. Além disso, o material ajuda na regeneração do colágeno, melhorando a flacidez da pele.

Como a técnica funciona?

O procedimento é feito através da aplicação dos fios de suturas por meio de duas agulhas na região que a pessoa deseja melhorar. No entanto, antes de iniciar o processo, o profissional demarcar a região que receberá a aplicação. Além disso, é realizado uma anestesia local somente nos pontos de entrada e saída das agulhas, sem a necessidade de sedação.

Geralmente o processo dura em torno de 30 a 40 minutos. Ao final, a pessoa poderá sair da sala e voltar à rotina normalmente. A técnica tem duração de 18 a 24 meses, sendo permitido uma nova aplicação após este período e conforme orientação profissional. Vale ressaltar que o lifting sem cirurgia só deve ser feito dentro de uma sala especializada, com equipamentos de última geração e higienização adequada.

Para quem o lifting sem cirurgia é indicado?

O procedimento é indicado para aqueles que desejam eliminar rugas e flacidez, podendo ser realizado no rosto e no pescoço. Assim que você perceber o surgimento de linhas de expressão acentuadas e uma pele mais flácida, já pode procurar por uma clínica que faça essa técnica. Os resultados são surpreendentes e já podem ser notados a partir do segundo mês da aplicação.

Basta uma única sessão para que você possa se livrar do aspecto envelhecido de sua pele. Contudo, é necessário refazer o processo, pois, com o tempo, o tecido volta ao seu estado natural de envelhecimento. Sendo assim, é necessário perguntar ao especialista qual o tempo de espera para que você possa fazer uma nova avaliação e determinar a data da reaplicação.

Quais são as contraindicações?

O lifting sem cirurgia é contraindicado para pessoas que possuem alergia ou sensibilidade a biomateriais. Além disso, pessoas que possuem flacidez excessiva, face obesa e pele muito fina ou grossa devem ter cuidados ao procurar um especialista.

Quais os locais mais indicados para receber o tratamento?

Assim como outros tipos de tratamentos estéticos, o lifting também deve ser aplicado em algumas áreas indicadas. Isso permitirá uma melhoria significativa dos locais. Dessa forma, as regiões que devem receber a aplicação dos fios de sutura absorvíveis são:

  • flacidez mandibular e maxilares;
  • flacidez na área do pescoço;
  • levantamento das pálpebras superiores;
  • levantamento do arco das sobrancelhas.

Quais as vantagens desse novo tratamento?

O tratamento com fios de suturas traz muitos benefícios. Além de promover bem-estar e autoestima, a mulher passa a se sentir mais confortável com ela mesma, permitindo mais harmonia e felicidade com a própria aparência.

Além disso:

  • promove resultados imediatos e satisfatórios;
  • é um procedimento rápido que não exige preparação ou repouso;
  • melhora a flacidez e suaviza rugas e marcas de expressão;
  • deixa a pela firme, linda e resistente;
  • aumenta o volume epitelial do rosto e pescoço;
  • rejuvenesce a pele, eliminando o seu excesso;
  • levanta a sobrancelha e as pálpebras;
  • reduz a papada e melhora a elasticidade da região;
  • aumenta a produção de colágeno e elastina, que não se perdem após a absorção total dos fios.

Como é a recuperação após o tratamento?

Apesar de não ocorrer cortes cirúrgicos ou sedação, o lifting pode ocasionar leve inchaço na região. Pequenos hematomas, vermelhidão e dobras da pele também podem ocorrer. Mas todos os sintomas desaparecem em poucos dias e podem ser facilmente disfarçados com a ajuda de maquiagem.

O tecido em si não é afetado, já que o procedimento é interno, sendo subcutâneo. Apenas os pontos onde as agulhas entram e saem podem apresentar os sinais citados acima.

Quais os cuidados que devo ter antes e após a aplicação?

Você precisa entender quais são os cuidados que devem ser tomados antes de um tratamento estético. Para isso, faça a avaliação com o profissional para determinar o que se deve fazer antes da aplicação. Após o procedimento, é importante evitar atividades físicas de contato, cirurgias dentárias e outros tratamentos estéticos faciais.

É recomendado dormir de barriga para cima por pelo menos 3 semanas para evitar pressão no rosto. Além disso, mantenha a cabeça elevada em 30 graus nas primeiras noites.

Você deve fazer compressas nas primeiras 48 horas para diminuir os inchaços que possam surgir e evitar o fumo e bebidas com o uso de canudos. Caso você sinta algum desconforto, é aconselhável o uso de analgésicos conforme prescrição médica.

Outros cuidados devem ser repassados pelo profissional. Basta seguir atentamente todas as orientações para ter uma recuperação rápida.

Há alguma técnica de auxílio ao lifting sem cirurgia?

Apenas o lifting já oferece um excelente resultado. Entretanto, em alguns casos específicos o especialista poderá indicar outros tratamentos a base de toxina butolínica ou peeling para acentuar ainda mais o rejuvenescimento.

Tudo dependerá do aspecto e das necessidades da sua pele. Por isso, a avaliação do especialista é determinante para indicar quais os processos são importantes e que permitem o resultado esperado.

O lifting sem cirurgia é o novo tratamento que promete melhorias drásticas para todos que procuram mais qualidade e saúde da pele. Mas para que ele seja eficaz, procure uma clínica especializada com profissionais qualificados que garantam segurança e satisfação.

Quer conhecer mais detalhes sobre esse tratamento e fazer uma avaliação com especialistas? Entre em contato conosco e obtenha todas as informações sobre o lifting sem cirurgia.

Agende sua consulta