Você tem vontade de realizar um tratamento estético, mas tem receio do procedimento utilizado? Saiba que o tratamento com radiofrequência é uma das grandes tendências e pode ajudar você a alcançar o que deseja. Além de ser uma técnica alternativa às cirurgias, que muitos acham invasivas.

É um método versátil, eficaz e seguro, visto que conta com equipamentos de última geração para acelerar a eliminação de toxinas, reconstruir as fibras e proporcionar uma aparência mais jovial. Consiste na geração de calor no tecido que fica embaixo da pele e dura entre quatro a seis sessões quinzenais, dependendo da intensidade do problema apresentado.

Acompanhe a leitura e confira sete aplicações do tratamento com radiofrequência que você precisa conhecer.

1. Flacidez da pele

Por ser uma técnica alternativa às cirurgias estéticas, a radiofrequência é muito procurada para o combate da flacidez, seja facial ou corporal. É importante contextualizar que a flacidez ocorre pela falta de fibras que sustentam a pele de maneira correta.

Por isso a preferência pelo tratamento, pois ele tem a capacidade de aumentar a produção dessas fibras, tais como colágeno e a elastina. Costuma ser indolor e os resultados são perceptíveis logo nas primeiras sessões realizadas, independentemente do tipo utilizado para reparar o problema.

Para se ter uma ideia, a radiofrequência injetável tem por caraterística ser minimamente invasiva, pois age sob a pele por meio de uma pequena sonda térmica. Recomenda-se a sua aplicação em partes como a testa, pálpebras, seios, braços, abdômen, culote, coxas, boca, entre outras.

2. Estrias

É inegável que as estrias são um dos grandes motivos de preocupação estética, pois muitas pessoas ficam tímidas e constrangidas de curtirem uma praia, por exemplo, por conta daquelas linhas que aparecem sobre a pele. Esses sinais arroxeados, rosados ou brancos podem surgir devido a um estiramento que ocorre no tecido, inclusive bem comum na época da gravidez.

radiofrequência com microagulhamento é a mais indicada para situações como essa, visto que melhora a circulação do fluxo sanguíneo. Suas pequenas agulhas, aliadas a um sistema eletromagnético vigoroso, fazem com que regiões como as coxas, os seios, o abdômen e o quadril fiquem durinhos e, assim, melhorem a autoestima.

3. Cicatriz de acne

Talvez você não saiba, mas o aparecimento de acnes, as populares e irritantes espinhas, podem surgir por conta da má alimentação, predisposição genética e até mesmo o uso excessivo de cosméticos. O péssimo hábito de espremer os cravos e as espinhas é que gera as temidas cicatrizes no rosto.

Com isso, quem opta por reparar esse problema com a radiofrequência consegue suavizar essas marcas e, consequentemente, deixar a pele saudável e jovem. Para esses casos, recomenda-se também o modo de microagulhamento, pois promove um aquecimento na pele de dentro para fora e proporciona a contração do colágeno.

4. Celulite

Embora apareça também nos homens, a celulite é considerada uma das maiores inimigas para a beleza e saúde feminina. Esse problema acontece por decorrência do acúmulo de gordura entre as fibras e que pode ser desenvolvido pela alimentação desregrada, pelo metabolismo lento, pelas alterações hormonais etc.

Com a tecnologia avançada da radiofrequência, as aplicações fazem com que haja uma redução dessa inflamação nas células e melhore a circulação da região tratada. Isso contribui significativamente para que coxas e nádegas, por exemplo, não fiquem com aquele aspecto indesejável de uma casca de laranja.

5. Gordura localizada

Sabendo que esse tipo de procedimento é benéfico para estrias e celulite, é certo que ele também soluciona o caso da culpada por esses dois males: a gordura localizada. Quem se preocupa com a saúde sabe o quanto incomoda ver aquele “pneuzinho” surgindo de repente, não é verdade?

As ondas de calor geradas pelo equipamento chegam com eficácia nas células de gordura e proporcionam uma melhora gradativa nas regiões afetadas, como barriga, braços e a temível papada. Além disso, o metabolismo retorna às suas funções naturais e potencializa a distribuição eficaz dos nutrientes pelo corpo.

6. Rugas

Com o passar dos anos, existem algumas imperfeições faciais que ficam mais evidentes e irritantes, é o caso das rugas. Elas aparecem por consequência da contração facial que fazemos quando sorrimos, ficamos bravos, demonstramos tristeza, entre outros.

Geralmente, as rugas surgem ao redor dos olhos, na região entre as sobrancelhas e na testa, sendo que, ao decorrer do tempo, as finas linhas de expressão podem virar vincos profundos e preocupantes no rosto. O envelhecimento do corpo faz com que a produção de elastina fique um tanto escassa e deixe a pele com esse aspecto.

Sendo assim, a utilização da radiofrequência, por ser uma técnica simples que não requer cortes ou gere lesões, torna-se um excelente tratamento para rugas finas e profundas. A partir das sessões, você vai reparar uma elasticidade maior em sua pele e, naturalmente, o estímulo de tecidos jovens.

7. Partes íntimas

Por fim, mas não menos importante que os demais itens desta lista, o tratamento com radiofrequência pode trazer também ótimos benefícios para a região genital. Com a chegada da menopausa, dentre os sintomas mais comuns é possível perceber o surgimento de uma secura vaginal, o que colabora para que haja certo desconforto durante as relações sexuais.

A radiofrequência para as partes íntimas é manuseada de forma controlada e homogênea, a fim de não apenas remodelar os pequenos e grandes lábios, mas retomar a lubrificação e trazer a sensibilidade sexual de volta. Além disso, o método é capaz de reparar a flacidez e fortalecer os músculos da região íntima.

Para finalizarmos, lembre-se dos principais cuidados que você deve ter com a saúde, como a ingestão de líquidos, a prática de exercícios físicos regular e uma dieta balanceada. Não esqueça também que qualquer procedimento requer a orientação de profissionais capacitados, assim como o tratamento com radiofrequência, pois contribuirá para que tenha um atendimento de qualidade.

Ficou interessado e quer saber mais detalhes sobre esse e outros métodos? Então, entre em contato com a gente para que possamos dar todo o suporte necessário sobre dermatologia clínica e, contribuir para o seu bem-estar e saúde do corpo.

Autor

Escreva um comentário

Agende sua consulta
Share This